O Projeto: Histórias Roubadas

Historiasroubadas2Iniciamos o projeto “Histórias Roubadas”, no início de 2011, como um blog com o intuito de roubar relatos de pessoas comuns e transformá-las em histórias com uma pitada de criatividade, engenhosidade e fantasia. O blog evoluiu junto com o escritor e adquiriu novos textos, reflexões, resenhas de livros, citações e muitas ideias.

Dentre essas ideias surgiu o Instagram com o mesmo nome do blog, mas com o intuito de roubar fotos de leitores perdidos nas ruas do Brasil e do mundo e furtar-lhes uma foto enquanto eles estão distraídos em meio ao universo de letras criados pelo autor.

Afinal, todo leitor que transita pelo transporte público sempre cruza com outros caminhando por entre metrôs, ônibus e trens. E entre um parágrafo e outro, arruma-se um jeito de espreitar o livro alheio e descobrir o título, a versão e o autor que encanta o leitor mais próximo.

Inspirado pelo projeto “Underground New York Public Library” – uma biblioteca visual de leitores nos metrôs de Nova York – o Histórias Roubadas tem o intuito de ser mais ousado. Não apenas queremos roubar fotos de leitores no transito das cidades brasileiras, mas queremos encontrar leitores em qualquer lugar que eles estejam.

E não apenas roubar fotos, queremos descobrir suas histórias por trás de uma leitura.

Nos próximos dias vamos revelando os próximos passos do projeto e compartilhando novas ideias e histórias furtadas.

Enquanto isso delicie-se no nosso Instagram com alguns leitores encontrados por ai.

Visite-nos: http://instagram.com/historiasroubadas

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s