As parábolas de Jesus

[As parábolas de Jesus] subvertiam o modo convencional de se enxergar Deus e a vida. Elas questionavam um “mundo”, um modo consolidado de se ver “as coisas como elas são”. As parábolas de Jesus convidavam seus ouvintes a abraçar um modo diferente de se enxergar a natureza das coisas e de se viver a vida. Na sua qualidade de convite para que as coisas fossem vistas de modo diverso, eram subversivas. De fato, enxergar de modo diverso talvez seja o fundamento de toda subversão.

E, do mesmo modo que Jesus contou histórias subversivas a respeito de Deus, seus seguidores contaram histórias subversivas a respeito de Jesus. O evangelho está repleto delas. Os seguidores de Jesus aprenderam bem a contar histórias subversivas, e podemos presumir que aprenderam o ofício com ele.

Marcus J. Borg e John Dominic Crossan, em The First Christmas

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s