Em busca da pedra mais alta

(Leia ouvindo a música do Teatro Mágico)

Seguindo o conselho do Teatro Mágico, parti em busca da Pedra Mais Alta. Porém para encontrá-la, fui alertado que é necessário ignorar o sentido mais utilizado. Vendei-me e um pé após o outro fui tateando o chão em busca da Pedra Mais Alta. No Caminho obtive ajuda das mais incríveis criaturas. Peguei carona em caravelas voadoras, nadei guiado por golfinhos entre nuvens e por cima delas, fui conduzido pelo aroma dos pastéis de belém e ovos moles até um mar de vinhas. Caminhei por uma trilha de uvas que eram esmagadas a cada pisadela minha, e seu suco guiou meus pés até uma cachoeira que corria ao contrário. Banhei-me ao gosto do vinho por mim pisado, e deixei a cachoeira me conduzir até o seu ponto mais alto, de onde brotavam notas musicais entoadas por vozes em um sotaque estranho. Do alto senti o aroma do pôr-do-sol em minha boca, ouvi o som da luz da lua a refletir em minha língua, degustei com meu corpo a chuva de estrelas e senti o sol nascer em minha face. E então, pude enxergar a Pedra Mais Alta.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s